Início >> Notícia >> Categoria >> Música >> campus-cacoal-trabalha-curso-preparatorio-de-ensino-musical

Campus Cacoal trabalha curso preparatório de ensino musical

A iniciativa é voltada para a comunidade em geral e reúne 71 alunos que participam de encontros duas vezes por semana.

Campus Cacoal trabalha curso preparatório de ensino musical

228

Francisco Silva 02/09/2017 às 08:02 02/09/2017 às 08:02

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO), Campus Cacoal, já iniciou as aulas do curso de Formação Inicial e Continuada (FIC) em Música, que tem ênfase na prática e no ensino musical. A iniciativa é voltada para a comunidade em geral e reúne 71 alunos que participam de encontros duas vezes por semana.

 “O curso está baseado em dois eixos principais. Em um deles tratamos mais do aspecto teórico, estudando as estruturas musicais, estética da arte, além de sociologia e antropologia cultural. No outro, temos a prática de canto e instrumental, para aprimorar percepções, desenvolvimento de repertório e outras nuances desse universo”, resumiu o coordenador do curso, professor Afonso Romagna.

Ele acrescentou ainda que o curso foi divido em duas turmas distintas. Uma delas ocorre na Escola José de Almeida e Silva, em Cacoal e a outra na escola Nossa Senhora do Carmo, localizada em um distrito da cidade. “Adotamos esse modelo pensando em também atender à comunidade que reside no Riozinho, mas curiosamente a maior adesão desta turma se deu por alunos que moram em Espigão do Oeste e Pimenta Bueno”, ressaltou Romagna.

Oportunidade

É o caso do aluno Antônio Alves, de 16 anos. Ele mora em Espigão do Oeste e duas vezes por semana se reúne a um grupo de quatro amigos para se deslocar até o Riozinho e acompanhar as aulas. “Não é cansativo. O trecho é de 35 quilômetros e a gente vem conversando bastante. Quando chegamos as aulas são boas e bem produtivas. Com isso nem percebemos o tempo passar”, relatou.

Alves é estudante do Ensino Médio de uma escola da rede pública estadual e soube do curso FIC de Música do IFRO através de um grupo de WhatsApp que reúne os músicos de uma orquestra em que ele atua. Violinista há cinco anos, ele ressalta que o curso abriu novos horizontes e expectativas para ele.

“Sempre tive vontade de fazer um curso, independente de já tocar violino, mas não tinha oportunidade, especialmente pela questão financeira. Quando vi a qualidade da ementa e soube que era de graça, fiquei muito atraído. Sinto que já melhorei bastante. Tive a impressão de que as aulas iam ser gerais, básicas, mas tenho aprendido muita coisa”, avaliou Alves.

Aperfeiçoamento

Vanessa Brambila tem 22 anos e possui uma história semelhante à de Alves. Ela também é música desde os 11, mas toca violão, viola, guitarra, ukelele, cajón e teclado. “Nunca fiz aulas. Aprendi a tocar com DVDs e pela internet, com vídeo-aulas. Então eu sentia falta de um conhecimento teórico, especialmente para leitura de partituras. Eu sei ler cifras, tablaturas, mas não domino partituras”, contou.

Estudante universitária, Vanessa participa da turma oferecida em Cacoal e também soube do FIC de Música através de um grupo de WhatsApp. Ela disse que não tem do que se arrepender por ter escolhido fazê-lo. “É um ótimo curso e os professores são excelentes, muito preparados. Teoria musical não é fácil, mas a didática que eles usam torna o tema mais simples. Estou muito animada”, destacou.

Fonte: Imprensa IFRO

curso música comunidade alunos

Francisco Silva

Proprietário da web Rádio Amazônia Central, Acadêmico em sistemas de informação 8º período (2/2017) e Editor de imagens. WhatsApp (69) 9 9283-9969

Veja também

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites