Início >> Notícia >> Categoria >> Geral >> como-funciona-a-moab-–-a-mae-de-todas-as-bombas

Como funciona a MOAB – a mãe de todas as bombas

A mais poderosa bomba não-nuclear do mundo leva 8,4 toneladas de explosivos

Como funciona a MOAB – a mãe de todas as bombas

612

Francisco Silva 14/04/2017 às 01:15 14/04/2017 às 01:15

Se você pudesse passar hoje pelos depósitos da Força Aérea dos Estados Unidos, ia ser fácil descobrir quem manda. Não é uma pessoa, mas tem nome curto e grosso: MOAB. É, na verdade, uma sigla que, em inglês, tem dois significados possíveis. Um, o sério e oficial, é Massive Ordnance Air Blast – que, em português, é algo como “explosão aérea de imenso poder de fogo”. O outro, engraçadinho, é Mother of all Bombs: a mãe de todas as bombas. Com dez toneladas de peso e quase dez metros de comprimento (só um pouco menor e mais leve que um ônibus urbano), ela é o mais poderoso artefato explosivo não-nuclear do mundo – capaz de devastar uma área de algumas centenas de metros em torno do local do impacto.

A GBU-43 – designação técnica da bomba – foi projetada e produzida a toque de caixa durante a invasão norte-americana no Iraque em 2003. Na época, foram efetuados dois testes, mas ela não chegou a ser usada em uma operação militar real. Bem, isso até 12 de abril de 2017. O noticiário internacional foi pego de surpresa quando uma Moab foi lançada às 19h32 no horário local (2h32 desta quinta, no horário de Brasília) sobre uma rede de túneis da “sucursal” afegã do Estado Islâmico (ISIS), no distrito de Achin, província de Nangarhar.

Fonte: Super Abril

Bomba MOAB explosivo

Francisco Silva

Proprietário da web Rádio Amazônia Central, Acadêmico em sistemas de informação 8º período (2/2017) e Editor de imagens. WhatsApp (69) 9 9283-9969

Veja também

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites